Blog

Endometriose umbilical: sintomas, diagnóstico e tratamento

Endometriose umbilical

Endometriose umbilical: sintomas, diagnóstico e tratamento

A endometriose umbilical é um tipo de endometriose que acontece fora da pelve, na cicatriz do umbigo, também conhecida como endometriose cutânea.

 

A endometriose umbilical é uma doença pouco comum, acontecendo em cerca de 0,2 a 4% das mulheres com endometriose. 

 

Geralmente não possui relação com cirurgias prévias e em cerca de 26% das vezes é identificada endometriose profunda na pelve, motivo pelo qual é fundamental realizar a investigação completa da endometriose

 

Endometriose é uma doença caracterizada pela presença de células do endométrio fora do útero e acomete cerca de 10% das mulheres durante o período reprodutivo, ou seja, durante o período em que as menstruações ocorrem.

Sintomas da endometriose no umbigo

Os principais sintomas da endometriose umbilical são:

  • Saída de secreção ou sangue do umbigo durante as menstruações;
  • Presença de nódulo “caroço” na região do umbigo;
  • Dor no umbigo.

 

Os sintomas acima são específicos para a endometriose umbilical, porém outros sintomas podem estar associados quando existe endometriose em outros locais.

Sintomas de endometriose em outros locais:

  • Cólica no período menstrual;
  • Dor pélvica crônica;
  • Dor durante as relações sexuais;
  • Diarreia, constipação ou dor para evacuar durante o período menstrual (endometriose no intestino);
  • Dor para urinar durante o período menstrual (endometriose na bexiga);
  • Infertilidade, independentemente de sintomas dolorosos;
  • Distensão abdominal;
  • Fadiga crônica.

Diagnóstico da endometriose umbilical

O diagnóstico da endometriose umbilical deve ser realizado pela história clínica típica e pelo exame físico.

 

O ultrassom de parede abdominal confirma o diagnóstico e auxilia no planejamento da cirurgia, fornecendo informações referentes a profundidade, estruturas acometidas e tamanho.  Este exame é realizado no próprio consultório, após o exame físico.

 

endometriose umbilical

Exemplos de endometriose umbilical percebidas durante o exame físico. Fonte: SANTOS FILHO, PAULO VICENTE DOS, SANTOS, MARCELO PROTÁSIO DOS, CASTRO, SAMANTA, & MELO, VALDINALDO ARAGÃO DE. (2018). Endometriose umbilical primária. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões45(3), e1746. Epub June 21, 2018.https://doi.org/10.1590/0100-6991e-20181746.

 

Os melhores exames para serem realizados para completar a investigação da endometriose são o ultrassom transvaginal com preparo intestinal e a ressonância magnética para endometriose.

 

É importante que este dois exames sejam realizado por médicos especializados no diagnóstico da endometriose.

Tratamento da endometriose umbilical

O tratamento da endometriose umbilical deve ser realizado com cirurgia.

 

A cirurgia de endometriose no umbigo necessita de cuidados, para que a retirada da doença seja completa.

 

Cirurgias realizadas por profissionais não especializados e margens comprometidas representam causas de recidiva da doença. Se você apresentar uma recidiva, será necessário um novo procedimento cirúrgico.

 

Caso exitam focos de endometriose profunda na pelve e muitos sintomas, a cirurgia para endometriose pode ser realizada juntamente com a cirurgia de endometriose umbilical.

 

Se os sintomas da endometriose profunda estiverem bem controlados com o tratamento hormonal e os tratamentos complementares, apenas a endometriose umbilical deve ser retirada e a laparoscopia para a endometriose profunda não deve ser realizada.

 

A transformação maligna da endometriose umbilical pode acontecer, com incidência estimada entre 0,3 e 1%, devendo ser suspeitada em lesões de crescimento rápido.

 

O diagnóstico diferencial da endometriose umbilical é com granulonas, melanomas e neoplasias malignas avançadas, com metástases para o umbigo. Quando existir alguma suspeita, deve-se realizar biópsia da lesão no umbigo, antes da cirurgia.

Tipos de endometriose.

Existem outros tipos de endometriose que podem acontecer na parede abdominal como a endometriose na cicatriz da cesárea e a endometriose inguinal.

Endometriose de cicatriz cirúrgica.

A endometriose de cicatriz cirúrgica acontece mais frequentemente na cicatriz da cesárea, mas pode acontecer após outros procedimentos cirúrgicos, como miomectomias e histerectomias.

 

A endometriose na cicatriz da cesárea geralmente acontece na gordura e algumas vezes o músculo.

 

Os sintomas mais frequentes são a dor no período menstrual e a identificação de um nódulo na parede abdominal.

 

A endometriose de cicatriz não determina maior chance para a mulher apresentar outros focos de endometriose na pelve, mas é recomendada a investigação. 

 

O diagnóstico é realizado por meio da ultrassonografia de parede abdominal e o tratamento é a retirada cirúrgica do nódulo.

 

endometriose umbilical

 

 

Endometriose na região inguinal.

A endometriose da região inguinal é rara.

 

Na maior parte das vezes não há história prévia de cesárea ou qualquer outra cirurgia abdominal. 

 

O sintoma é dor cíclica na região inguinal e um nódulo palpável doloroso. 

 

Devido ao fato de a endometriose comprometer os tecidos da região inguinal, quase sempre é necessária a colocação de tela, sendo importante a abordagem cirúrgica conjunta com um cirurgião geral.

Infertilidade e endometriose umbilical

A infertilidade está presente em cerca de 30-50% das mulheres com endometriose.

 

Infertilidade e Endometriose umbilical

 

 

Os mecanismos relacionados com a infertilidade são focos de endometriose nas trompas e ao processo inflamatório crônico da endometriose na pelve, dificultando a implantação do bebê no útero.

 

Nas mulheres com endometriose umbilical que não possuem endometriose na pelve a fertilidade não está prejudicada.

Gravidez e endometriose

Endometriose e gravidez é um questionamento frequente no consultório.

 

Evidências científicas demonstram que mulheres com endometriose apresentam um risco maior para abortamento, parto prematuro, bebê pequeno e placenta em posição baixa.

 

Embora estes riscos sejam aumentados é importante destacar que é mais provável que tudo dê certo ao longo da gestação.

 

Agora que já sabe um pouco sobre endometriose umbilical, conheça o  Dr. Fernando Guastella e, se precisar, agende uma consulta. 

 

Entre em Contato

kyleena 

 

 

Médico ginecologista especialista em endometriose umbilical
Dr. Fernando Guastella, ginecologista pela USP e especialista em endometriose.

 

Saiba mais:

Endometriose: endometriose no ovário, endometriose no intestino, endometriose na bexiga, adenomiose.

Ultrassom: tireoidemamas, carótidas.

Saúde: corrimento, vaginallasercarboidratosfibrasgorduraspompoarismovaginismocoronavírus e gravidez.

 

Referências bibliográfica

  1. Pesquisa Nacional de Endometriose Umbilical no Japão. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30965115;
  2. Endometriose na cicatriz da cesariana: apresentação de 198 casos e revisão de literatura. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30658623;
  3. Aspectos clínicos e tratamento da endometriose inguinal: uma série de casos de 20 pacientes. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/31381248;
  4. Acurácia do ultrassom transvaginal versus ressonância magnética no diagnóstico da endometriose do retossigmóide: revisão sistemática e metanálise.https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30964888;
  5. Endometriose e complicações obstétricas: uma revisão sistemática e metanálise. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28874260.
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Cuide-se.
Tire todas as
suas dúvidas.

16 Comentários “Endometriose umbilical: sintomas, diagnóstico e tratamento

  1. Doutor, sinto uma dor fina no umbigo e ele sangra bem pouquinho, quando eu faço xixi, doi da vagina ao umbigo, agora eu tô sentindo uma dorzinha no umbigo quando ando.

  2. Dr. Sinto uma dor forte no umbigo no período menstrual. Começou essa dor tem uns 5 mêses e todo mês fica doendo. Agora percebi um caroço que não pode nem pegar e está doendo direto mesmo fora do período da menstruação. E toda vez que o umbigo está doendo minha barriga fica e inchada.

  3. A endometriose umbilical pode ser confundida com uma simples inflamação, com uma avaliação clínica “superficial”? O diagnóstico só pode ser confirmado através de exames específicos, ou apenas por meio de uma avaliação é possível distinguir, mesmo que apresente vários sintomas da endometriose?

    1. A suspeita e diagnóstico podem ser feitas já na primeira consulta, porém é importante a investigação complementar de outros focos de endometriose.

  4. Dr.tenho um caroço no umbigo e agora está doendo muito antes. Era só na menstruação mas agora é como estivesse inflamada o lado do umbigo muito dolorido .e muitas fisgadas e nem consigo usar calça pois dói muito

  5. Oi, tenho endometriose umbilical, por causa da pandemia não posso operar ainda ,posso tomar anticoncepcional direto para não menstruar e assim não acontecer o sangramento no umbigo?

  6. Doutor ,tenho endometriose umbical à7 meses .fiz os exames descobrí que estou com focos no útero e devido meu casamento ser nesse mês eo valor da cirurgia ser muito alto nao consigo . tem possibilidade de uma gravidez complicada nesse meio tempo? Se não evitar?

  7. Descobri a endometriose umbilical a cerca de 3 anos, mas já tinha a lesão a mais tempo. A dois anos fiz cirurgia ambulatórial para confirmar através de biopsia. A um ano fiz laqueadura e a partir daí piorou muito agora sangra bastante durante a menstruação e a dor na região é constante sem falar nas bolinhas que tem aumento.Aguardo cirurgia pelo SUS. Teria algo para tomar para aliviaros sintomas?

    1. Olá Jéssica. Não podemos receitar nada para você sem examinar e avaliar se você não tem nenhuma contraindicação para a medicação

  8. Tenho suspeita de endometriose umbilical,mas não fiz exames.
    Mas TD final de menstruação o umbigo inflama e sangra as bolhas.. sinto cólicase enjôo.
    O que fazer Dr?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *