Blog

O que é Pompoarismo e como fazer?

mulher boiando de costas no lago com uma flor na mão

O que é Pompoarismo e como fazer?​

O pompoarismo é uma técnica que pode ser utilizada pela mulher para otimizar a sensibilidade da vagina e aumentar o controle da musculatura pélvica, tanto para contração quanto para o relaxamento, diminuindo sintomas do vaginismo (dor na entrada durante as penetrações).
 
 
Exercícios  de pompoarismo podem melhorar a satisfação sexual, além de fortalecer a musculatura perineal, sendo utilizada para o tratamento da incontinência urinária leve e diminuindo as chances de distopias pélvicas como o prolapso uterino e a “bexiga caída”.

Objetivos para os músculos da região pélvica

  • Aprender a relaxar e contrair;
  • Ganho de força e resistência;
  • Coordenação motora;
  • Aumento da sensibilidade;
  • Ganho de consciência corporal.

Benefícios do Pompoarismo

  • Auxiliam no controle voluntário do relaxamento da musculatura, importante no tratamento do vaginismo;
  • Técnica utilizada para o tratamento da incontinência urinária leve e na prevenção da incontinência urinária em mulheres sem queixas;
  • Nas gestantes fortalecem os músculos que suportam o útero e melhoram a coordenação motora, facilitando o trabalho de parto normal;
  • Fortalecem e auxiliam na reparação da musculatura após o parto;
  • Maior prazer sexual para o casal, pois as contrações feitas durante a relação sexual aumentam o contato ao redor do pênis, melhorando a sensibilidade tanto da mulher quanto do parceiro;
  • Aumento da autoestima;
  • Melhora da libido.

Como fazer Pompoarismo

⦁ Inicie em um ambiente tranquilo, pois estes exercícios são um tempo de investimento em você, devendo ser realizado se possível com exercícios respiratórios, auxiliando no controle do stress; 
⦁ Faça pelo menos três vezes por semana e dependendo do seu objetivo, realize todos os dias.

Exercícios de Pompoarismo sem acessórios

  • A técnica para os exercícios de pompoarismo são bem simples de praticar, basta seguir estes passos: 
  • Deitada ou sentada em um lugar calmo e confortável, respire lenta e profundamente durante alguns segundos para você relaxar e depois tente prestar atenção no que o seu corpo está sentindo.
  • Contraia fortemente a musculatura do assoalho pélvico, mantendo a contração durante 2 segundos. A contração pode ser sentida fechando o ânus e a vagina, ou puxando toda a região para dentro. Com o tempo você vai aumentar o tempo de contração;
  • Após 2 segundos, relaxe os músculos e descanse durante 10 uns segundos. 
  • Tente perceber durante o descanso o relaxamento da musculatura e procure inspirar profundamente neste momento, uma única vez, soltando o ar lentamente, pois o exercício respiratório auxilia na sua concentração e no relaxamento.

 

Os passos 2 e 3 devem ser repetidos 10 vezes consecutivas.

 

Na última contração tente realizá-la por 8 a 10 segundos. Com o tempo você também vai aumentar o número de contrações, podendo fazer 3 séries consecutivas de exercícios.

 

Os exercícios de pompoarismo fortalecem todos os músculos do assoalho pélvico e podem ser realizados algumas vezes com as pernas juntas e outras vezes com as pernas afastadas. 

 

Durante a realização dos exercícios, é muito importante que a mulher consiga assegurar que não está contraindo os músculos abdominais, o que é comum em mulheres com a musculatura do assoalho pélvico fraca. 

Pompoarismo com acessórios

Os exercícios de pompoarismo com acessórios devem ser realizados para mulheres que já realizam os exercícios básicos e precisam melhorar ainda mais o controle e a força dos músculos da região pélvica.

 

Isto funciona de maneira semelhante a uma academia de ginástica, quando começamos a utilizar pesos para fazer os exercícios.

 

Os exercícios de pompoarismo podem ser feitos utilizando-se de Bolinhas tailandesas, também chamadas de ben-wá, personal e cones vaginais.

 

A intensidade e duração dos exercícios com vai depender do objetivo do tratamento. Um profissional especializado pode te orientar adequadamente.

 

Pompoarismo com bolinhas

Exemplo de acessório para pompoarismo. Bolinhas tailandesas (ben-wá).

Pompoarismo com bolinhas tailandesas

As bolinhas tailandesas normalmente possuem um tamanho de bolinhas de ping-pong, mas existem modelos com mais de duas.

 

Procure utilizar o modelo com apenas duas bolinhas ligadas com um fio de silicone.

Como usar bolinhas tailandesas

  • Insira a primeira bolinha na vagina e tente sugar a outra bolinha, usando apenas a força da musculatura da vagina;
  • Depois de introduzir as bolinhas, tente coloca-las para fora, relaxamento a musculatura do assoalho pélvico;
  • Evite fazer força com a barriga (como de fazer cocô);
  • Higiene as bolinhas antes depois do uso, utilizando água e sabão.

 

Realize este exercício pelo menos 3 vezes por semana, de forma a que as bolinhas consigam ser inseridas e expulsas apenas com os movimentos da musculatura do assoalho pélvico. 

Pompoarismo com vibrador

pompoarismo com vibrador

 

O personal é um vibrador para pompoarismo, usado para a aumentar a coordenação motora, sensibilidade e força das diferentes partes da vagina, ao simular os movimentos sexuais.

 

Técnica para uso do Personal

⦁ Utilize um lubrificante a base de água no personal e na sequência introduza o vibrador dentro da vagina. Não introduza tudo, coloque cerca de dois terços do comprimento;

⦁ Contraia e relaxe a musculatura vaginal por pelo menos 10 vezes, depois retire o personal, ligue e novamente realize 10 movimentos de contração e relaxamento;

⦁ Você também pode utilizá-lo de maneira semelhante as bolinhas tailandesas (ben-wá), ligado e desligado, o que gera prazer em muitas mulheres;

⦁ Realize a higiene do vibrador antes e após o uso, utilizando água e sabão.

Cones para pompoarismo

Pompoarismo com cones

 

Os cones vaginais para pompoarismo apresentam a mesma proposta das bolinhas tailandesas.

 

Cada cone possui um peso diferente e você precisa tentar segurar o cone dentro da vagina.

 

Um kit é composto normalmente por cinco ou seis cones, com pesos que variam entre 20 a 70 gramas.

 

A indicação depende de cada objetivo, mas de um modo geral, não é necessário chegar até o cone de 70 gramas, a não ser que a finalidade seja a melhoria no desempenho sexual.

Como usar o cone vaginal

  • Escolha o cone conforme a força que você tem na vagina;
  • Coloque o cone com parte mais larga entrando primeiro, até a metade da vagina. Se o cone não estiver suficientemente fundo, você o empurrará para baixo, ao invés de para cima;
  • Fique em pé com o cone no interior da vagina. Você precisa contrair a vagina e segurá-lo entre 2 e 8 segundos;
  • Se o cone cair antes de 2 segundos está pesado demais.
  • Caso o cone fique na vagina sem que você precise fazer força, está leve demais. Se conseguir segurá-lo por mais de 10 segundos, também está leve e então você deve trocar pelo próximo cone;
  • Aumente o peso dos cones gradativamente conforme o aumento da sua força;
  • Realize a higiene dos cones antes e após o uso, utilizando água e sabão.

 

Agora que você já sabe um pouco mais sore a endometriose no nervo ciático, conheça o Dr. Fernando Guastella e agende uma consulta.

 

                                                               kyleena

médico ginecologista especialista em pompoarismo
Dr. Fernando Guastella
 
 
 

Deixe seu comentário.

Referências Bibliográficas

  1. Resultado de intervenções médicas e psicossexuais para o vaginismo: uma revisão sistemática e metanálise. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30446469;
  2. Intervenções para o vaginismo. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/23235583/;
  3. Diagnosticando e tratando o vaginismo. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/19541697/;
  4. Sugestões de leitura em inglês. Cosmopolitan.com, Womenshealth.
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Cuide-se.
Tire todas as
suas dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *