Blog

Rejuvenescimento íntimo com radiofrequência

Rejuvenescimento íntimo com radiofrequência

Rejuvenescimento íntimo com radiofrequência

Neste texto vou explicar o que é rejuvenescimento íntimo com radiofrequência, principais indicações, e os cuidados que devem ser tomados antes e após o procedimento.

 

Rejuvenescimento vaginal com rádio frequência

O que é rejuvenescimento íntimo com radiofrequência

Rejuvenescimento íntimo com radiofrequência é um nome que vem sendo utilizado para tratamentos na região da vulva, grandes lábios, pequenos lábios e vagina, com objetivos médicos ou estéticos.

Como funciona a radiofrequência no rejuvenescimento íntimo

A radiofrequência utiliza uma energia eletromagnética para promover um dano térmico controlado, estimulando o surgimento de colágeno e vasos sanguíneos.

Indicações para o rejuvenescimento íntimo com radiofrequência

O rejuvenescimento íntimo com radiofrequência promove na mulher o aumento da autoestima, pois a técnica empregada melhora os sintomas clínicos e atingem bons resultados estéticos.

 

As principais indicações para o rejuvenescimento íntimo são:

  • Ressecamento vaginal;
  • Frouxidão vaginal;
  • Dor durante as relações sexuais (de profundidade e vaginismo);
  • Ardência ou coceira na vagina;
  • Dor para urinar;
  • Incontinência urinária leve;
  • Urgência miccional;
  • Pele fina e frágil.

Síndrome urogenital

Síndrome urogenital é o aparecimento de alguns dos sintomas acima citados, mas em uma mulher na menopausa.

 

A síndrome acomete cerca de 70% das mulheres na menopausa, com intensidade variável.

 

A utilização de terapia de reposição hormonal e mais recentemente a utilização da radiofrequência, mudou a significativamente a resposta ao tratamento, trazendo grandes benefícios para a vida da mulher.

Rejuvenescimento íntimo após o parto

Após o parto ocorrem mudanças no corpo da mulher que determinam uma falta relativa de estrogênio, ocasionando sintomas como a falta de lubrificação e a frouxidão vaginal.

 

A radiofrequência pode ser realizada a partir de 40 dias depois do parto.

Rejuvenescimento íntimo na vulva

Em termos de aparência o rejuvenescimento íntimo com radiofrequência também pode promover a revitalização da vulva, diminuindo a flacidez nos grandes lábios e clarear a região como um todo.

 

É possível ainda associar tratamentos com peeling, preenchimento, fisioterapia e exercícios de pompoarismo nas mulheres que desejam um resultado estético maior.

 

Para mulheres com pequenos lábios grandes ou assimétricos é possível a realização de uma cirurgia nos pequenos lábios, chamada de ninfoplastia ou labioplastia.

Rejuvenescimento íntimo depois de cirurgia bariátrica.

A cirurgia bariátrica traz mudanças também na região íntima diminuindo o tônus dos grandes lábios e frouxidão vaginal.

 

O rejuvenescimento íntimo com radiofrequência consegue melhorar o tônus da vagina e da vulva.

Diminuição da lubrificação vaginal

A lubrificação da vagina é determinada por três fatores.

  • Fluido com origem a partir dos vasos sanguíneos presentes na vagina (principal motivo);
  • Produção de muco pelo colo uterino;
  • Produção de fluido pelas glândulas de Bartholin.

A radiofrequência determina aumento da quantidade de vasos sanguíneos no local tratado, e desta forma, ocorre maior lubrificação vaginal.

 

lubrificação vaginal

 

Qual é melhor radiofrequência ou laser?

Diversos estudos científicos têm demonstrado que ambas as técnicas se apresentam eficazes para a melhora dos sintomas.

 

Não há evidências que sugerem que uma técnica seja melhor que a outra e, portanto, o ideal é o profissional realizar o tratamento com a técnica que ele tem mais experiência.

 

Saiba mais sobre rejuvenescimento íntimo com laser.

Preço do rejuvenescimento íntimo com radiofrequência

O preço do rejuvenescimento íntimo com radiofrequência geralmente é inferior ao tratamento com laser, devido ao menor custo de aquisição do equipamento.

Quem pode fazer o rejuvenescimento íntimo

O rejuvenescimento íntimo pode ser realizado em mulheres de todas as idades.

 

Antes de qualquer tipo de tratamento deve existir uma consulta ginecológica, para avaliar se existe indicação ou contraindicação para o tratamento.

Preparo para o tratamento

  • Depilação entre 3 e 5 dias antes do procedimento;
  • Não estar menstruada;
  • Exame de Papanicolau recente e normal;
  • Profilaxia para herpervírus com medicação, caso tenha história prévia de herpes genital.

Contraindicação para o tratamento

  • Gravidez;
  • Usuária de marcapasso;
  • Exame de Papanicolau alterado.

Orientações após o tratamento:

  • Abstinência sexual de 7 dias;
  • Bepantol® derma (parte externa);
  • Compressa fria com chá de camomila se necessário;
  • Associar estrogênio tópico após o procedimento se houver indicação;

Como fica depois do rejuvenescimento

Depois do rejuvenescimento íntimo com radiofrequência, a parte externa costuma ficar vermelha e entre 2 e 3 dias pode aparecer pequenos pontinhos marrons, ou seja, as casquinhas da aplicação da radiofrequência, que desaparecem e não deixam marcas entre o quinto e sexto dia.

 

Após uma semana não dá para alguém perceber que o procedimento foi realizado.

 

A mulher começa perceber os resultados a partir de 15 dias da primeira sessão.

 

O número de aplicações pode ser é variado, mas costuma ser ao redor de 3. Uma manutenção pode ser necessária 1 vez por ano.

Rejuvenescimento íntimo e a consulta médica

Existem outras técnicas que podem ser utilizadas para o rejuvenescimento íntimo.

 

Todas as opções devem ser apresentadas e a mulher escolhe o tratamento, após receber a orientação do profissional. A mulher deve se sentir bem ao realizar o tratamento.

 

Agora que você já sabe um pouco sobre rejuvenescimento íntimo com radiofrequência, conheça o Dr. Fernando Guastella e agende uma consulta.

 

                                                    kyleena

 

Médico Ginecologista especialista em rejuvenescimento íntimo com radiofrequência
Dr. Fernando Guastella, ginecologista pela USP e especialista em estética íntima e rejuvenescimento íntimo.

 

 

Saiba mais:

Ultrassom: tireoidemamasabdomecarótidas.

Saúde: corrimento, carboidratosfibrasgorduras, coronavírus e gravidez

 

Referências bibliográficas

  1. Tratado de ginecologia FEBRASGO 2019. Editores Cesar Eduardo Fernandes e Marcos Felipe Silva de Sá;
  2. Nova opção terapêutica na síndrome genito-urinária da menopausa: estudo piloto com radiofrequência fracionária microablativa. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29364367/;
  3. Szymanski JK Post-menopausal vulvovaginal atrophy – an overview of the current treatment options. Link: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29411346.
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Cuide-se.
Tire todas as
suas dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *