Blog

Lubrificação da vagina: de onde vem e como melhorar

Lubrificação feminina

Lubrificação da vagina: de onde vem e como melhorar

Neste texto vou explicar de onde vem a lubrificação da vagina, quais as técnicas que você pode fazer para melhorar a lubrificação e quais os tratamentos médicos disponíveis.

 

A lubrificação da vagina vem de 3 fatores diferentes.

  • Produção de muco pelo colo uterino;
  • Secreção pela parede vaginal;
  • Produção pelas glândulas de Bartholin.

 

Muco proveniente do colo uterino

O colo uterino apresenta em seu interior diversas glândulas produtoras de muco. No período fértil o muco é produzido em maior quantidade e torna-se mais fluido, possibilitando ao espermatozoide, melhores condições para entrar no útero e fecundar o óvulo.

 

A produção de muco pelo como uterino é dependente de um hormônio chamado estrogênio, que em quantidades adequadas no organismo mantém a produção de muco.

 

Na menopausa e em outras condições clínicas em que a produção do estrogênio está reduzida, as glândulas presentes no colo uterino diminuem em quantidade e, portanto, a quantidade de muco torna-se muito pequena.

 

Lubrificação pela vagina

A vagina apresenta grande quantidade de vasos sanguíneos em suas paredes, com características diferentes das demais artérias e veias do corpo, que é a capacidade de secreção de transudato.

 

A maior parte da lubrificação da vagina é decorrente deste transudato, ou seja, de secreção que a própria vagina produz.

 

Quando a mulher está excitada, ocorre um aumento da vascularização da pelve e da vagina, ocasionando um aumento do calibre das artérias e veias, fazendo com que aumente a lubrificação da vagina neste momento.

 

Lubrificação da vagina pelas glândulas de Bartholin

As glândulas de Bartholin, são também chamadas de glândulas vestibulares maiores e ficam localizadas lateralmente e inferiormente na entrada da vagina.

 

A função das glândulas de Bartholin é a produção de fluído para lubrificar a entrada da vagina, durante as relações sexuais, mas não contribuem de maneira significativa para a manutenção da humidificação da vagina no dia a dia.

 

A glândula de Bartholin pode ser sede de infecções, formando cistos na entrada da vagina, que eventualmente precisam ser removidos cirurgicamente sem, no entanto, afetar de maneira significativa a lubrificação durante as relações sexuais.

 

lubrificação da vagina

Fatores que dificultam a lubrificação vaginal

Nas mulheres que não estão na menopausa os principais fatores estão associados a qualidade do relacionamento conjugal.

 

É importante que o casal crie fantasias com situações diferentes, perfumes diferentes, roupas, lugares, posições, brinquedos sexuais e principalmente carinhos antes do início da penetração.

 

Nas mulheres na menopausa, além dos fatores acima, a diminuição da quantidade de vasos sanguíneos, fazem a mulher ter menos lubrificação e a falta de colágeno determina uma vagina mais fácil de machucar, ocasionando dor e, assim, diminuindo a lubrificação.

 

Lista dos principais fatores que atrapalham a lubrificação da vagina.

  • Diminuição da libido;
  • Falta de estímulo antes do início da reação sexual;
  • Vaginismo ou dor na relação sexual;
  • Menopausa;
  • Medicações para miomas ou endometriose.
  • Alguns tipos de anticoncepcionais.
  • Período pós-parto e durante a amamentação;
  • Quimioterapia e radioterapia para tratamento de tumores;
  • Remoção cirúrgica dos ovários.

 

Fatores que ajudam na lubrificação vaginal

Eu sempre gosto de falar que o principal órgão da relação sexual é o cérebro, pois a qualidade dos nossos relacionamentos e todos os estímulos que chegam em nosso corpo, fazem o cérebro ter vontade de ter relação sexual e, desta forma os mecanismos que aumentam a lubrificação da vagina vão funcionar.

 

Nas mulheres com que estão na menopausa e que possuem um bom relacionamento conjugal, a reposição hormonal, que pode ser somente na vagina, sem efeitos sistêmicos e os métodos de rejuvenescimento íntimo, melhoram muito a secura da vagina.

 

Raramente uma mulher com secura na vagina e aceita os tratamentos propostos não tem resultados muito satisfatórios para a melhora da lubrificação vaginal.

 

Principais fatores que ajudam na secura vaginal

 

O que você pode fazer para melhorar a lubrificação vaginal

Faça exercícios de pompoarismo.

O pompoarismo faz você aprender a relaxar e contrair de maneira mais funcional, aumenta a libido e melhora a musculatura da vagina, apertando mais o pênis e, desta forma, ampliando a sensibilidade da vagina e gerando mais prazer para você e o seu par.

 

Comece planejando o seu dia, prepare o seu cérebro. Se você quer ter uma boa relação sexual, comece mexendo com seu par e avisando que mais tarde pode ser que aconteça alguma coisa.

 

Invista no seu relacionamento, crie um ambiente favorável para fantasias e novidades.

 

Procure um ginecologista que possa te orientar sobre técnicas e tratamentos para o aumento da libido e da lubrificação da vagina.

 

Texto escrito por Dr. Fenando Guastella, especialista em ginecologia integrativa.

 

Agora que você já sabe um pouco mais sore a endometriose no nervo ciático, conheça o Dr. Fernando Guastella e agende uma consulta.

 

                                                               kyleena

Saiba mais:

Saúde: corrimento, carboidratosfibrasgorduras.

 

Referências bibliográficas:

  1. Tratado de Ginecologia da FEBRASGO 2019.
  2. Opções atuais de tratamento para atrofia vaginal pós-menopáusica. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30104904/;
  3. Lubrificação da Vagina. Womens Health Concern.
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Cuide-se.
Tire todas as
suas dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *