fbpx

Blog

Miomectomia robótica: o que é, vantagens, desvantagens e recuperação

Ginecologista especialista em Miomectomia cirurgica

Este texto explica quando realizar a miomectomia robótica, o que é miomectomia robótica, indicações, vantagens, desvantagens, como é a recuperação e o tempo para engravidar

 

A miomectomia robótica é a técnica que tem ganhado mais destaque para o tratamento dos miomas uterinos.

 

A cirurgia robótica tem sido cada vez mais empregada em diferentes áreas da medicina e quanto maior a complexidade da cirurgia, maior é o benefício do método.

 

As principais cirurgias realizadas pela via robótica em ginecologia são a miomectomia, cirurgia para endometriose, histerectomia e a sacrocolpopexia. 

O que é miomectomia 

Miomectomia é a cirurgia para a retirada dos miomas uterinos, preservando o útero.

 

O objetivo da miomectomia é a retirada de todos os miomas, ou de todos os miomas possíveis de serem retirados, preservando o útero e a   capacidade reprodutiva da mulher.

 

A miomectomia pode ser realizada por 4 técnicas diferentes, dependendo da localização dos miomas, quantidade e do tamanho do útero:

  • Cirurgia Robótica;
  • Laparoscopia;
  • Aberta ou por laparotomia;
  • Histeroscopia.

Indicações para miomectomia

As principais indicações para a miomectomia são:

  • Sangramento aumentado;
  • Cólica menstrual;
  • Dor abdominal;
  • Infertilidade;
  • Miomas de grandes dimensões;
  • Aumento do volume abdominal;
  • Sintomas compressivos na bexiga ou intestino.

Como é a miomectomia robótica

A miomectomia robótica é uma cirurgia minimamente invasiva, que permite ao cirurgião acesso ao útero e aos miomas, de maneira semelhante à laparoscopia.

 

São realizadas pequenas incisões entre 5 e 12 mm, por onde a câmera a as pinças são introduzidas no abdome, para a realização da cirurgia.

 

O robô é comandado pelo médico, que fica sentado em uma console, próximo à paciente.

 

Outros dois médicos auxiliares e o instrumentador ficam com a paciente.

 

O primeiro auxiliar tem acesso ao abdome por um portal laparoscópico, com possibilidade de utilizar diferentes instrumentos cirúrgicos, para auxiliar na cirurgia. 

 

É o responsável juntamente com a instrumentador para realizar a limpeza da câmera e troca das pinças robóticas durante a cirurgia.

 

O segundo auxiliar é responsável pela mudança da posição do útero durante a cirurgia e, para isso, utiliza um equipamento chamado manipulador uterino, facilitando a remoção dos miomas.

Vantagens da miomectomia robótica em relação à miomectomia laparoscópica

  • Realização de suturas (pontos) em qualquer direção, de maneira mais fácil e rápida;
  • Pinças com energia inteligente;
  • Qualidade da câmera com visão 3D, com permitindo a detecção real da profundidade das estruturas;
  • Estabilidade da câmera;
  • Precisão na realização dos movimentos;
  • Maior amplitude e facilidade na realização dos movimentos, especialmente de movimentos delicados;
  • Filtro de tremores da mão do cirurgião;
  • Curva de aprendizado mais rápida quando comparada com a laparoscopia;
  • O cirurgião faz a cirurgia em uma posição mais ergonômica.

Desvantagens da cirurgia robótica

Existem poucas desvantagens da miomectomia robótica quando comparada com a laparoscopia, mas é possível citar:

  • Custo para a aquisição de um robô pelo hospital;
  • Maior gasto para a paciente, pois alguns planos de saúde não cobrem a taxa do robô;
  • Dependendo da cirurgia, incisões mais altas no abdome, o que para alguns pacientes pode ser um incomodo estético.
Miomectomia robótica
Miomas retirados por cirurgia robótica, realizada pelo Dr. Fernando Guastella.

Miomectomia robótica x Miomectomia laparoscópica

Na minha experiência, quanto maior a complexidade da cirurgia, melhor é o desempenho da via robótica em relação a laparoscopia.

 

A miomectomia robótica é mais rápida, tem maior precisão e menor perda sanguínea, fato muito importante nas miomectomias, especialmente quando existem múltiplos miomas para serem retirados.

 

Em relação as complicações, quando o cirurgião ginecológico é adequadamente treinado para as duas técnicas, as taxas de complicações são muito baixas e semelhantes.

 

Outro detalhe na escolha da cirurgia, é se existe algum outro procedimento que será realizado em conjunto, como por exemplo a retirada de focos de endometriose.

 

Nesta situação, a cirurgia robótica ganha mais uma vantagem em relação à laparoscopia.

Por onde os miomas são retirados do abdome.

Os miomas podem ser retirados, assim como na laparoscopia, de duas formas:

 

Coloca-se os miomas no interior de uma bolsa plástica especial (endobag) e então um equipamento chamado morcelador, entra no interior do endobag por um dos portais minimamente invasivos, fragmentando e ao mesmo tempo retirando os pedaços dos miomas para fora do abdome.

 

A segunda possibilidade é a retirada dos miomas por uma incisão realizada no fundo da vagina. Esta incisão depois é suturada e a paciente nem percebe o corte, nem os pontos, pois são absorvidos sem a necessidade de serem retirados.

Como é a recuperação após a miomectomia robótica

A recuperação após a miomectomia robótica gira em torno de 15 dias.

 

É importante a abstinência sexual por pelo menos de 40 dias, quando os miomas foram retirados pela vagina.

Quanto tempo pode engravidar depois da miomectomia

O tempo pode variar de 3 a 6 meses, dependendo no número de miomas retirados e da quantidade de incisões no útero.

 

Ginecologista especialista em Miomectomia robótica
Dr. Fernando Guastella, cirurgião ginecológico e especialista em tratamentos para miomas.

 

Agora que você já sabe um pouco sobre miomectomia robótica, conheça o Dr. Fernando Guastella e agende uma consulta.

 

 

                                                      kyleena

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Cuide-se.
Tire todas as
suas dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *